Imprimir Fechar
você está em    Notícias  

Proposta de plano de ação do Caminhe Legal para 2017 é discutido no Instituto de Planejamento

08/05
Caminhe Legal/Maurício Araujo (Mtb 17.781)
Servidores da Prefeitura de Santa Maria estiveram reunidos, na manhã desta segunda-feira (08), para dar continuidades no plano de ação do Caminhe Legal para 2017. Representantes das secretarias de Estruturação e Regulação Urbana, Mobilidade Urbana e do Instituto de Planejamento (Iplan) revisaram o cronograma de atividades para viabilizar a implementação do programa.

Com a revisão da legislação de padronização dos passeios existentes já concluída, por meio do decreto 30/2016, o grupo passou a revisar os cronogramas para, nas fases seguintes, firmar parcerias e, posteriormente, divulgar o Caminhe Legal. O objetivo é viabilizar e ter apoio de agentes envolvidos nas mudanças referentes à qualificação, utilização e manutenção do passeio público, e, ainda, divulgar e conscientizar a população sobre a importância da proposta.

“Vamos verificar o material disponível e o que já podemos iniciar, partindo da conscientização da população sobre a importância do Caminhe Legal”, destacou o vice-presidente do Iplan, Daniel Pereyron.

O Plano de Ação do grupo ainda tem outras etapas, que compreendem a formação e a capacitação técnica – com a preparação técnica dos fiscais e técnicos da Prefeitura e atuações pedagógicas nas escolas do Município. Algumas das ações, afirma o vice-presidente, serão feitas a partir da divulgação de material e de publicidade sobre o que é e de como funciona o Caminhe Legal.

Conforme a proposta para o plano, a última etapa é a notificação e execução, chegando até as vistorias periódicas para verificar, em ações continuadas, a situação das calçadas do Município.

 

Fotos: João Alves (Mtb 17.922)
Dynamika