Imprimir Fechar
você está em    Notícias  

Primeira etapa do Recadastramento Urbano está na reta final

30/03
Fonte: Assessoria de Comunicação / Natalia Apoitia

Todos os 41 bairros foram percorridos. Esta é a afirmativa quando o assunto foca no Recadastramento Urbano de Santa Maria. No final de março, 70% dos lotes do município já foram visitados. Até o mês de maio, as equipes de recadastradores se concentram na Nova Santa Marta.

Dividido em etapas, o projeto coordenado pelo Instituto de Planejamento (IPLAN) está perto de concluir a primeira fase do trabalho de campo: a medição dos terrenos e edificações do município.

Ao todo, o contrato licitado prevê o recadastramento de 75 mil lotes. Deste total, ainda faltam ser visitadas as áreas urbanas dos distritos e as ocupações - extensões que não constam na atual planta do município. Segundo o presidente do IPLAN, Francisco Severo, “a intenção é que o trabalho siga de forma rápida para a continuidade do processo”, afirma.

Cerca de 15% dos lotes não foram visitados, ou por falta de autorização, ou ausência dos responsáveis pelas áreas. Neste contexto, o IPLAN pede a compreensão da comunidade, uma vez que as visitas só podem ser feitas com a autorização dos proprietários ou locatários. Vale ressaltar que e os cadastradores não visitam o interior das residências. Oito duplas fazem o trabalho de campo.

A atualização dos dados “in loco” também auxilia a Secretaria de Município de Habitação no processo de regularização fundiária.

O Recadastramento Urbano de Santa Maria tem como objetivo final a atualização da planta imobiliária da cidade e a criação de um Sistema de Informações Geográficas (SIG), ferramenta que auxiliará no planejamento urbano do município.

Para mais informações entre em contato com o IPLAN pelo 3219.0104.

 

Dynamika